Destaque Notícias São Paulo

Dekalb sai na frente e primeira colheita da Safrinha 2018 registra 330 sacas por alqueire

Produtor Cláudio Parisotto disse que sua expectativa foi alcançada e os resultados alcançados nesta safrinha foram positivos

 

Os híbridos da Dekalb continuam desafiando os limites da produtividade, desta vez com o DKB 230. Os resultados foram verificados na região do Vale Paranapanema, mais especificamente no distrito de São José das Laranjeiras, município de Maracaí (SP).

A reportagem da Revista Agrícola esteve na Fazenda Água Grande e falou com o produtor rural Cláudio Parisotto, que finalizou a colheita do milho safrinha em 18 alqueires de sua propriedade e registrou uma média de 330 sacas por alqueire.

Ele plantou nos dias 2 e 3 de fevereiro e colheu nos dias 5 e 6 de junho. Mesmo enfrentando adversidades, Parisotto está feliz com o resultado, pois o DKB 230 é um híbrido de ciclo rápido, possibilitando que sejam realizadas três safras no ano.

Segundo Parisotto, sua expectativa foi alcançada e ele classificou como lucrativos os resultados alcançados nesta safrinha. “Na Safrinha 2017 colhemos bem mais, só que, infelizmente, o preço não ajudou e acabamos perdendo lucratividade”, destaca

Este resultado do bom desempenho vem da busca constante por alta tecnologia, que resultou em um manejo diferenciado e voltado para a realidade desta região. A tecnologia utilizada, o VT PRO 3, é um grande diferencial, pois proporciona um maior sistema radicular da planta e, consequentemente, maior tolerância à escassez de água.

Outro fator importante para atingir produções elevadas é entender a necessidade e o valor do nitrogênio e das rotações corretas de cultura, além de estudar a matéria orgânica já presente no solo.

Parisotto salientou a eficiência do hibrido utilizado. “O produtor que procura um híbrido com ciclo rápido, em média de 119 dias, com lucratividade, tem à sua disposição uma das melhores opções do mercado, o DKB 230”. O produtor colheu antes e conseguiu comercializar a um preço maior, pois ninguém tem milho no mercado.

A reportagem da Revista Agrícola também conversou com o RTV (representante técnico de vendas) da Dekalb, Guilherme Carniato. “O capricho do agricultor é fundamental para atingir grandes resultados. Agricultores que acreditam no que a performance de alta tecnologia pode fazer por eles são os que desafiam os limites da produtividade com a Dekalb e o Cláudio Parisotto é um deles”.

Ele disse ainda que o DKB 230 PRO3 utilizado pelo produtor possui um ciclo hiperprecoce, possibilitando a antecipação de colheita, além de permitir o plantio de safrinha de soja/feijão. O mesmo ainda possui alto potencial produtivo com estabilidade, excelente resposta ao aumento de população, boa qualidade de colmo e sanidade de grãos, além da Tecnologia VT PRO3. Acrescentou que este milho faz parte da Nova Era da Safrinha, junto com o 255PRO3.

“A Dekalb conta com um grande portfólio, com várias opções de híbrido para diversos tipos de plantio, pois trabalha na busca constante de alta tecnologia e consequentemente seus híbridos materiais proporcionam grandes produtividades aliados à lucratividade”, encerra Carniato.

Da Redação

Revista Agrícola

You may also like

Leia Mais