O Curso

Dentre os diversos testes de vigor que podem ser utilizados atualmente em sementes, o teste de tetrazólio é o mais amplamente aplicado na avaliação da qualidade de sementes da soja. Entretanto, existem outros testes que podem também ser utilizados com sucesso. Entre esses, destacam-se os de envelhecimento acelerado, de condutividade elétrica, de frio, de velocidade de germinação, de comprimento de plântula, de peso de matéria seca, classificação de vigor de plântula, deterioração controlada, germinação a baixa temperatura, além de testes rápidos para determinação de dano mecânico como o hipoclorito de sódio e copo medidor.

A utilização desses testes de vigor pelos laboratórios de semente possibilita um refinamento no sistema de controle de qualidade. Isso resulta na produção de semente de qualidade mais elevada, propiciando a colocação no mercado de lotes de semente que apresentem qualidade superior, o que assegurará o estabelecimento da lavoura com plantas vigorosas e com estande ideal. As metodologias detalhadas desses testes serão cobertas durante o curso.

 

Objetivo

Dotar os alunos de conhecimentos sobre as metodologias atualizadas dos principais testes de vigor, passíveis de aplicação e que podem ser implementados para a soja, nos laboratórios de análise de semente.

 

Público Alvo

Profissionais das áreas de produção, análise, extensão, ensino e pesquisa em sementes.

 

Metodologia

As aulas teóricas abrangem a conceituação sobre “vigor em sementes” e os princípios dos principais testes de vigor.

Nas aulas práticas, são demonstradas detalhadamente as metodologias dos seguintes testes de vigor e de determinação de danos mecânicos: envelhecimento acelerado, frio, condutividade elétrica, Vigor-S, comprimento de plântula, classificação do vigor de plântula, tetrazólio, deterioração controlada, germinação a baixa temperatura e testes rápidos para a determinação de danos mecânicos (teste do hipoclorito de sódio e o teste do copinho medidor).

 

Data

10 a 14 de junho (Embrapa Soja-Londrina).

 

Transporte

Será fornecido transporte gratuito à Embrapa Soja, aos participantes que se hospedarem no Hotel Crystal, todos os dias do curso, saindo do hotel pela manhã e retornando no final da tarde.

restaurant Refeição

O almoço no restaurante da Embrapa Soja está incluso no valor da inscrição.

 

Investimento

R$ 2.200,00 (Dois Mil e Duzentos Reais), incluso material didático, jaleco, uso dos equipamentos de laboratório, almoço na Embrapa Soja, coffee break, Pen drive (contendo todo o material didático em PDF, palestras, publicações, manuais de identificação de fungos, fotos tiradas durante o curso, etc.) além do transporte até a Embrapa Soja.

 

Forma de Pagamento

Somente por boleto bancário. Sua inscrição somente será confirmada após a confirmação do pagamento do boleto.

 

Instrutores

Ademir Assis Henning (Embrapa Soja)

Francisco Carlos Krzyzanowski (Embrapa Soja)

Fernando Augusto Henning (Embrapa Soja)

Francisco G. Gomes Júnior (USP/ESALQ)

Irineu Lorini (Embrapa Soja)

José de Barros França Neto (Embrapa Soja)

Julio Marcos Filho (ESALQ/USP)

Roberval Daiton Vieira (FCAV/UNESP-Jaboticabal)

Silvio Moure Cícero (ESALQ/USP)

Talvez você goste

Leia Mais