Agronegócio Destaque Eventos Notícias

O fungicida Ativum® da BASF é destaque no Desafio de Máxima Produtividade da Soja

Marcos Seitz e Alexandre Seitz , da fazenda São Bento.

O fungicida Ativum® foi destaque no Desafio de Máxima Produtividade da Soja, organizado pelo Comitê Estratégico Soja Brasil, em parceria com a Cotrijal. O evento aconteceu nesta terça-feira em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Na ocasião foram conhecidos os campeões de produtividade de soja na safra 2016/2017.

O vencedor nacional é o produtor rural Marcos Seitz, da fazenda São Bento, localizada no município de Guarapuava (PR). A área inscrita no Comitê Estratégico Soja Brasil alcançou uma produtividade de 149,08 sacas por hectare. Pelo segundo ano consecutivo, uma tecnologia desenvolvida pela BASF contribuiu para a obtenção desse resultado.

“Somos a quarta geração de uma família que se desenvolveu junto ao agronegócio brasileiro. Sabemos o quanto a adoção de novas tecnologias aliada a um correto manejo na lavoura pode fazer toda a diferença. Nesse sentido, novamente a BASF esteve ao nosso lado nos auxiliando na tomada de decisão para um controle fitossanitário eficiente, que contribuiu para o excelente resultado em produtividade”, comemora Alexandre Seitz, consultor da área e irmão do vencedor nacional do Desafio de Máxima Produtividade de Soja.

A BASF participa do evento desde sua primeira edição, que aconteceu na safra 2008/2009. O Desafio de Máxima Produtividade da Soja da safra 2016/2017 recebeu mais de 5 mil inscrições de agricultores de diferentes estados. Além dos irmãos Marcos e Alexandre Seitz, mais dois vencedores do prêmio organizado pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB) utilizaram o fungicida Orkestra®SC e demais produtos da linha BASF: Elton Zanella, do município de Campos de Júlio (MT), que obteve uma produtividade de 122,20 sacas por hectare, e o produtor de soja Leandro Ficagna, que colheu 95,76 sacas por hectare no município de Luís Eduardo Magalhães (BA).

“Tivemos uma safra de soja recorde. De uma maneira geral, o clima ajudou, mas vale destacar que o manejo fitossanitário correto nas lavouras, principalmente com a utilização de fungicidas de alto desempenho, auxiliou o produtor rural a alcançar boas produtividades”, afirma Elias Guidini, gerente de Marketing da BASF para a Cultura da Soja no Brasil.

Para a próxima safra, a BASF apresentará novidades que complementarão o portfolio de soja, que hoje já conta com os fungicidas Orkestra®SC e Ativum®. Este último, utilizado pela primeira vez na safra 2016/2017, é eficiente para o controle da ferrugem asiática e de outras importantes doenças da soja. O fungicida foliar é o único no mercado com triplo mecanismo de ação e auxilia no manejo de resistência dos fungos.

O Orkestra®SC, fungicida que apresenta alta seletividade e indicado desde a primeira aplicação, também é utilizado no controle da ferrugem asiática e de outras importantes doenças como mancha-alvo, antracnose, mancha-parda e oídio, que merecem extrema atenção, pois podem provocar perdas de até 10 sacas por hectare nas lavouras de soja.

You may also like

Leia Mais