Destaque Notícias TV RAGRICOLA

Pesquisador afirma que agricultor precisa pensar como planta para produzir mais

O engenheiro agrônomo e pesquisador Dirceu Gassen foi um dos palestrantes da 14ª edição do Agro Ferrari em Campo. Confira a primeira parte da entrevista concedida à Revista Agrícola.

Ele debateu a lógica da planta e o manejo para o alto rendimento. “Discutimos o que estamos fazendo e o que devemos fazer”, diz. “Em resumo pode-se dizer o seguinte: a lavoura que estamos colhendo está perfeita para o conhecimento e a prática que estamos aplicando. Para produzir mais, precisamos fazer diferente”, aponta. “É não é só uma opção, é uma necessidade, porque o Paraná está produzindo mais, Argentina e Estados Unidos estão produzindo mais e o consumidor, que basicamente são os chineses, está cada vez mais exigente em termos de qualidade de grãos”.

Então, a explanação de Gassen foi diretamente relacionada a pensar como planta e a manejar para produzir mais. “Devemos nos colocar no lugar da planta para entender a lógica”. Segundo ele, se pensarmos como planta, é simples: ela precisa de 50% do peso em água para germinar; em 24, 48 horas, ela germina. Depois são mais quatro ou cinco dias para sair do solo. Em seguida produz folhas, que nada mais são do que painéis solares para captar a energia solar, transformar em energia química e armazenar na forma de glicose. Em 21 dias, a partir do 51º, quando terminou de formar a vagem, ela enche grão, desde o pequenininho, imperceptível, até o cheio (o processo leva três semanas). “Resumindo: a planta produz as folhas em 60, 70 dias, em mais 21 dias enche os grãos e mais 15 dias para a colheita, num total de 105, 110, 120 dias”.

Manejo

Tendo ciência de todas essas etapas, o pesquisador frisou que é preciso melhorar vários aspectos relacionados ao manejo: população da planta, espaçamento, necessidade que a planta tem de água. “Os nutrientes são absorvidos via fluxo de água. Então, preciso colocar os nutrientes no solo e ter um manejo de solo para armazenar água, porque a planta bebe nutrientes todos os dias”, descreve. “No período de enchimento de grãos, se não tiver água, o processo é paralisado”.
Gassen fez uma matemática simples: a produtividade da lavoura é proporcional ao conhecimento aplicado por hectare, por planta em todo o metro quadro. “O conhecimento resulta em produtividade por hectare e rentabilidade para a lavoura”.

Talvez você goste

Leia Mais